por Super User

 

Após registrarem alta na quarta-feira, os contratos futuros do açúcar retomaram a trajetória de queda ontem na bolsa de Nova York.

Os papéis com vencimento em maio fecharam a 21 centavos de dólar a libra-peso, recuo de 16 pontos.

Além da decisão da China, maior importador mundial do adoçante, de iniciar a liquidação de parte de seus estoques para conter a alta nos preços no mercado interno, o crescimento na produção de açúcar em meio ao menor volume de moagem de cana no Centro-Sul do Brasil, segundo a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), também tem dado fôlego à desvalorização da commodity ao longo nos últimos dias.

No mercado interno, o indicador Cepea/Esalq para o açúcar cristal em São Paulo ficou em R$ 100,22 a saca de 50 quilos, queda de 0,48%. (Valor Econômico