por editor

Raízen divulgou o seu relatório anual de safra, referente ao período de 2015/2016. Disponível online, o documento conta com textos, vídeos e gráficos que mostram o desempenho operacional, projetos e missões do grupo no ano/safra, divididos entre os módulos: saúde e segurança do trabalho; gestão de pessoas; ética e integridade; responsabilidade por fornecedores e parceiros; responsabilidade pelo produto; desenvolvimento socioeconômico do entorno; impactos ambientais e biodiversidade; energia e emissões; inovação; e desempenho econômico. 

Na safra 2015/2016, a Raízen conseguiu uma redução do tempo de entressafra, antecipando o processamento de 2,8 milhões de toneladas de cana em março, com mix maior direcionado ao açúcar. Com isso, a empresa encerrou a moagem de cana-de-açúcar em 62,7 milhões de toneladas e produtividade agrícola de 11,4 toneladas de ATR/ha. O grupo também vendeu 30,4% mais energia ao mercado do que no período 2014/2015, totalizando 2,87 milhões de MWh.

Com apenas cinco anos no mercado, a Raízen conseguiu grandes feitos no setor. "Nossos negócios vêm em uma curva de crescimento ascendente, e o último período confirma essa trajetória. A Raízen alcançou na safra 2015/2016 um Ebitda combinado de R$ 6,3 bilhões, 28,8% maior que no ano anterior. A receita operacional líquida da companhia cresceu 13,9%, totalizando R$ 74,1 bilhões. Um grande resultado em um cenário econômico desafiador. Nossos investimentos foram da ordem de R$ 2,5 bilhões", constata a mensagem do presidente, Luiz Henrique Guimarães no relatório.

Clique aqui para conferir o relatório anual. Na página também estão disponíveis os relatórios anteriores.


Camila Lemos
Fonte: Agência UDOP de Notícias