Mato Grosso produzirá menos açúcar e etanol de cana na atual safra, iniciada neste mês. A previsão é da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). De acordo com o 1º Levantamento de Safra 2017/2018 serão colhidas 15,936 milhões de toneladas de cana, ante 16,341 milhões de toneladas na safra anterior.

A produção de etanol derivado da cana e disponibilizado ao mercado mato-grossense está projetada em 1,107 bilhão de litros, volume proveniente da moagem de 13,601 milhões de toneladas de cana. Em relação à produção do biocombustível na última safra, a quantidade é 9,3% inferior. Na safra 2016/2017 foram ofertados ao mercado local 1,220 bilhão de litros de etanol anidro e hidratado.

De acordo com o Sindicato das Indústrias Sucroalcooleiras de Mato Grosso (Sindálcool), a oferta do combustível será complementada com a produção de etanol de milho em 2017. Para esta safra está prevista a colheita recorde de 26,5 milhões de toneladas do cereal no Estado.

Já a produção de açúcar está estimada em 312,8 mil toneladas com a moagem de 2,335 milhões de toneladas de cana na temporada atual. Comparado com a quantidade do alimento produzido no ciclo 2016/2017, a oferta estadual reduz em 21,3%.

 

As notícias compartilhadas e produzidas por outras fontes não traduzem a opinião do grupo RPA. Sua publicação obedece ao propósito de estimular o debate e de refletir as diversas tendências do mercado ou do setor sucroenergético.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER

Nome:

Empresa:

Cargo:

Email:

Topo