Mercado de açúcar encerra semana de outubro em queda, com devolução de ganhos

Devido à recuperação da demanda pelo açúcar refinado em Londres, os preços do açúcar nos mercados futuros seguiram em alta durante boa parte da semana passada. Mas na última sexta-feira (6), os preços caíram na bolsa de Nova York e Londres, cedendo às previsões da produção europeia.

Na bolsa norte-americana, os contratos para março/18 fecharam em 13.98 centavos de dólar por libra-peso, queda de 41 pontos. Na tela maio/18, a baixa foi de 38 pontos, com negócios firmados em 14.11 centavos de dólar por libra-peso. As demais negociações sofreram retração entre 22 e 30 pontos.

Em Londres, a sessão também terminou em queda em todos os vencimentos. O lote dezembro/17 caiu 5,70 dólares, fechando negócios em US$ 371,90 a tonelada. Na tela março/18, a desvalorização foi de 5,00 dólares, com a commodity comercializada a US$ 371,80 a tonelada. Os demais contratos caíram entre 5,30 e 6,80 dólares.

Mercado interno

No Brasil, os preços do açúcar também caíram na última sexta-feira. A saca de 50 quilos do tipo cristal teve queda de 0,39%, vendida a R$ 53,13, de acordo com os índices do Cepea/Esalq, da USP.

Fonte: UDOP