Bayer vence prêmio de inovação com aplicativo de combate a plantas daninhas

A Bayer está entre as cem empresas mais inovadoras do mercado apresentadas no IT Fórum Expo 2017. A empresa ficou em primeiro lugar na categoria Indústria Química, Petroquímica, Óleo e Gás, e foi a segunda colocada no ranking geral do prêmio As 100+ Inovadoras no Uso de TI, um estudo promovido pela IT Mídia em parceria com a PricewaterhouseCoopers. O case apresentado foi o WeedScout, aplicativo que reconhece plantas daninhas, desenvolvido pela equipe de Digital Farming da divisão agrícola da empresa alemã.

Promovido pela IT Mídia, "As 100+ Inovadoras no Uso de TI" é o mais importante balizador da aplicabilidade da tecnologia em prol da inovação empresarial. A premiação leva em consideração a visão e a capacidade das organizações de criar, investir e aplicar projetos de tecnologia da informação. Para isso, foi feita uma pesquisa que avaliou o quanto as empresas estão experimentando novas tecnologias, criando áreas e programas de fomento à inovação tecnológica. E nesses quesitos a Bayer liderou nos rankings de 2017 apresentados terça-feira, dia 7, durante o fórum.

"Pesquisa e inovação correm nas veias da nossa empresa. Este ano promovemos diversas iniciativas de intraempreendedorismo e estamos aplicando e experimentando tecnologias como realidade virtual, drones, IoT, dentre outras, para apoiar os desafios das áreas. Apresentamos também a nossa iniciativa de Digital Farming, área dedicada ao desenvolvimento de novos produtos digitais a fim de ajudar nossos clientes do agronegócio no dia a dia na lida com a lavoura", diz Emilio Burlamaqui, diretor de TI da Bayer.

Para Hiran Zani, gerente de Inovação em Digital Farming da Bayer, o compromisso da empresa com a agricultura sustentável e a cultura de inovação da organização não se limita apenas a desenvolver sementes inovadoras e a proteger as culturas. "Os avanços tecnológicos também oferecem aos agricultores métodos mais eficientes de monitoramento de suas plantações para a tomada de decisões. Com soluções digitais, eles podem entender melhor os processos do campo e lhes permitem tomar decisões mais rápidas e assertivas", afirma o executivo.