Chuvas reduzem moagem de cana na segunda quinzena de outubro no Centro-Sul

As chuvas intensas que ocorreram nas áreas canavieiras do Estado de São Paulo, no noroeste do Paraná, Triângulo Mineiro e sul goiano, reduziram em 5,62% o volume de cana processado pelas unidades produtoras do Centro-Sul, na segunda quinzena de outubro, no comparativo com o mesmo período do ano anterior. Foram moídas 30,02 milhões de toneladas na segunda quinzena de outubro, contra 31,81 milhões de toneladas no mesmo período de 2016.

As informações foram divulgadas na manhã desta segunda-feira (13), pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar - Unica. Segundo a entidade, até 31 de outubro, 43 unidades produtoras deixaram de moer na safra 2017/2018. Até essa mesma data de 2016, haviam 67 unidades com operação finalizada.

A fabricação de açúcar nos últimos quinze dias de outubro alcançou 1,88 milhão de toneladas, queda de 8,68% sobre as 2,06 milhões de toneladas registradas no final de outubro de 2016.

"Na última quinzena de outubro, 42,85% da matéria-prima processada destinou-se à fabricação de açúcar, ante 49,29% computados no mesmo período do ano passado e 43,87% na primeira metade de outubro de 2017. No acumulado de 2017/2018 até 31 de outubro, este percentual foi de 47,60%", segundo os dados analisados pela Unica.

Foram produzidos 1,57 bilhão de litros de etanol na última quinzena, totalizando 921,07 milhões de litros de hidratado e 648,70 milhões de litros de anidro.


Acumulado

Desde o início da safra 2017/2018, em 1º de abril até 31 de outubro, foram processadas 529,60 milhões de toneladas, número 1,97% inferior ao atingido no mesmo período do ciclo anterior, quando foram alcançadas 540,25 milhões de toneladas.

"No acumulado da atual safra, o ATR produto atingiu 137,80 kg por tonelada, frente aos 134,00 kg contabilizados no mesmo período do ciclo 2016/2017", informou o relatório.

Os índices para o açúcar no acúmulo da temporada, somaram 33,10 milhões de toneladas, contra 32,20 confirmados em 2016/2017. Já o volume de etanol fabricado atingiu 22,60 bilhões de litros, sendo 12,86 bilhões de litros de hidratado e 9,74 bilhões destinados ao anidro.

"Em relação à produtividade agrícola, no acumulado de abril a outubro, a retração no rendimento do canavial no Centro-Sul atingiu 1,58%, segundo pesquisa do Centro de Tecnologia Canavieira (CTC). Nesse período, a produtividade agrícola na região totalizou 77,53 toneladas por hectare, contra 78,77 toneladas por hectare no ciclo anterior. No mês de outubro, para uma amostra de 150 unidades, o rendimento médio da área colhida por hectare atingiu 66,30, queda de 0,45% em relação ao índice apurado no mesmo mês do último ano", informou a Unica.

Fonte: Agência UDOP de Notícias