Expectativa da safra 2018/19 no Brasil, impulsiona negócios do açúcar em Nova York

Os preços do açúcar subiram ontem (4) em Nova York, com a expectativa de moagem de cana-de-açúcar no Brasil no próximo ano. No vencimento março/18, a commodity teve alta de oito pontos, negociada a 15.06 centavos de dólar por libra-peso. Na tela maio/18, o aumento foi de seis pontos, com negócios firmados em 15.00 centavos de dólar por libra-peso. Os demais contratos fecharam valorizados entre três e cinco pontos.

De acordo com os analistas consultados pelo jornal Valor Econômico de hoje (5), "os ganhos, contudo, foram limitados pela queda nos preços do petróleo, relacionada a uma safra alcooleira menor".

Em Londres, todos os negócios firmados na sessão de ontem caíram. No lote março/18, os preços do açúcar tiveram queda de 2,50 dólares, com negócios firmados em US$ 386,40 a tonelada. Na tela maio/18, a commodity foi comercializada a US$ 390,00 a tonelada, retração de 1,10 dólar. Os demais contratos futuros fecharam em queda entre 30 a 70 cents de dólar.


Mercado interno

No Brasil, os preços do açúcar avaliados pelo Cepea/Esalq, da USP, foram negociados com alta de 0,55% ontem (4), sendo a saca de 50 quilos vendida a R$ 69,72.


Etanol hidratado

O etanol hidratado, vendido pelas usinas paulistas, também teve alta ontem, segundo os índices medidos pela Esalq/BVMF. O biocombustível foi negociado a R$ 1.786,50, valorização de 0,53% em comparação ao dia anterior.

Fonte: Agência UDOP de Notícias