Unica: Com safra praticamente encerrada, produção de etanol sobe 12% na quinzena de dezembro

As usinas e destilarias do Centro-Sul do Brasil processaram apenas 2,556 milhões de toneladas de cana-de-açúcar na segunda quinzena de dezembro da safra 2017/2018. O volume é 18,09% menor que o total de 3,121 milhões de toneladas moído em igual período da safra passada. No acumulado da safra, até 1º de janeiro, o processamento foi de 583,390 milhões de toneladas, queda de 1,46% sobre igual período da safra 2016/2017, quando foram processadas 592,051 milhões de toneladas de cana. Em comunicado, a Unica considera a safra do Centro-Sul "praticamente encerrada", já que apenas 4 usinas processavam cana após o início de 2018.

Com apenas 31,25% da oferta total de cana destinada ao açúcar e 68,75% ao etanol, a produção do adoçante atingiu 111 mil de toneladas quinzena final de dezembro, baixa de 15,62% sobre igual período de 2016, e acumula 35,823 milhões de toneladas na safra, aumento de 1,74% ante 2016/2017. A fabricação do biocombustível somou 189 milhões de litros na segunda quinzena do mês passado, alta de 12,33% ante igual período da safra passada de 169 milhões de litros.

Foram produzidos 183 milhões de litros de hidratado, disparada de 56,19% e apenas 6 milhões de litros de anidro, queda de 88,1%. No acumulado da safra 2017/2018, 25,223 bilhões de litros de etanol foram produzidos, alta de 1,23% sobre o mesmo período do período anterior. Do volume total de etanol fabricado até 1º de janeiro, 14,565 bilhões de litros foram de hidratado, alta de 1,34%, e 10,658 bilhões de litros de anidro, alta de 1,09% ante o mesmo período da safra passada.

O teor de sacarose na cana, medido na quantidade de Açúcar Total Recuperável por tonelada processada (ATR/t), foi de 145,74 quilos (kg) na quinzena final de dezembro, 16,28% superior ao de igual período da safra passada. No acumulado da safra, o teor de sacarose está em 137,32 kg de ATR/t, alta de 2,59% sobre 2016/2017.


Fonte: O Estado de S. Paulo