Dicas e Novidades

 

PARCERIA MUDA VIDA DE PEQUENOS PRODUTORES DE CANA COM O USO DO SISTEMA MPB

O 1º Dia de Campo +Cana, realizado em Luiz Antônio, SP, no final de novembro, apresentou uma força tarefa inédita que pretende mudar, de forma sólida, o plantio de cana-de-açúcar no interior de São Paulo e no país. A Socicana (Associação dos Fornecedores de Cana de Guariba), a Coplana (Cooperativa Agroindustrial), e o IAC (Instituto Agronômico de Campinas), se uniram para garantir ao produtor a adoção do sistema de Mudas Pré-Brotadas.

A tecnologia desenvolvida pelo IAC pode ser implantada até mesmo em pequenas propriedades, e o agricultor terá autonomia para produzir sua própria muda de cana com qualidade e sanidade, atividade da qual abriu mão há algumas décadas.

Por ser o IAC um órgão do Estado e pelo compromisso social da Cooperativa e da Associação, as informações sobre os métodos e resultados estão sendo livremente divulgadas para que a experiência favoreça produtores de todo o país. Portanto, é da região de Ribeirão Preto que nasce, a partir desta ação conjunta, uma lavoura de cana-de-açúcar dentro do real conceito de sustentabilidade: será possível produzir mais sem o aumento de área.

Atualmente, com a produtividade do canavial em torno de 70 t/ha (média  de acordo com a safra e região), a receita não cobre custos. Desta forma, muitos produtores se viram obrigados a sair da atividade e outros continuam perdendo  patrimônio. A partir do sistema de MPBs, a estimativa é chegar à “cana de três dígitos”, acima de 100 t/ha, em cinco cortes.

DOURADOS RECEBEU A EXPEDIÇÃO “CAMINHOS DA CANA”

Aconteceu no mês de novembro, em Dourados, Mato Grosso do Sul, à expedição “Caminhos da Cana”, evento que visa disseminar informações sobre o setor sucroenergético.

O evento ocorreu no auditório da Embrapa Agropecuária Oeste e contou com a palestra do organizador e professor titular da FEA/USP, Marcos Fava Neves, comandante da expedição e sócio do Markestrat (Centro de Pesquisas e Projetos em Marketing e Estratégia).

Em sua palestra, Fava Neves falou sobre a atual situação do agronegócio brasileiro e também apresentou dados da pesquisa realizada pela Markestrat, que mapeou e quantificou o setor sucroenergético na safra 2013/14. O estudo estimou um PIB setorial em US$ 107,72 bilhões, a geração de 613 mil empregos diretos e a arrecadação de US$ 8,52 bilhões em impostos agregados.

 

DUPONT INAUGURA A MAIOR FÁBRICA DE ETANOL CELULÓSICO DO MUNDO

A DuPont inaugurou, em Nevada, nos Estados Unidos, uma planta para produção de etanol celulósico. Será a maior usina de etanol 2G do mundo, com capacidade para produzir 30 milhões de galões por ano.

Para produzir o biocombustível, a DuPont fará uso do bagaço do milho além dos uso de talos, palha e espigas deixados no campo após a colheita. O intuito é mostrar que a matéria-prima não alimentar presente na agricultura, pode ser utilizada para atender as demandas energéticas da sociedade no futuro, diversificando a oferta de combustíveis.

O investimento será vital para a cadeia de abastecimento e para toda a operação da biorrefinaria em Nevada, beneficiando cerca de 500 agricultores locais que fornecerão 375 mil t de material seco por ano para a produção do etanol celulósico. Serão criados 85 empregos na fábrica e mais 150 oportunidades de trabalho sazonal em Iowa.

“Com a inauguração da nova planta, cumprimos nossa promessa com a indústria global de biocombustíveis, aplicando a nossa inovação no mercado e gerando impactos positivos na vida das pessoas. Ao lado das fontes eólica e solar, o etanol celulósico é uma alternativa real ao combustível fóssil, reduzindo os danos ambientais e elevando a nossa segurança energética”, disse William F. Feehery, presidente da DuPont Biociências Industriais.

No Brasil, a empresa anunciou a inauguração de um laboratório para impulsionar as pesquisas em torno do etanol de primeira e segunda geração. Atualmente, a DuPont possui em seu portfólio, enzimas para acelerar a produção do etanol de milho (e outras fontes amiláceas) que se aplicam a processos com ou sem etapa de liquefação. Possui ainda enzimas empregadas para liberação de açúcares (sacarificação) oriundos do bagaço e da palha de cana, que serão posteriormente fermentados para obtenção do etanol de segunda geração.

MASSEY FERGUSON ANUNCIA NOVO DIRETOR DE VENDAS

A Massey Ferguson anunciou a contratação de Rodrigo Junqueira para o cargo de diretor de vendas da marca. O novo executivo será responsável pelas estratégias e políticas comerciais da empresa no Brasil e ficará na sede de Canoas, RS.

Junqueira também atuará como principal representante da marca junto aos concessionários. “A Massey Ferguson é líder no mercado há mais de 50 anos e, junto com a rede de concessionários, pretendemos continuar nossa relação de proximidade com os clientes, entendendo seus desafios e necessidades, a fim de ofertar as melhores soluções para o desenvolvimento de seu negócio”, afirmou.

O executivo é graduado em Engenharia Agrícola pela USP (Universidade do Estado de São Paulo), possui MBA em marketing pela ESPM, formação no Programa de Desenvolvimento de Executivos da Fundação Dom Cabral e Kellog School of Management.

 

TUZZI PARTICIPOU DE MISSÃO DE NEGÓCIOS DURANTE A EXPO MILÃO 2015

A Tuzzi foi uma das empresas da região de Ribeirão Preto, SP selecionadas para participar de uma missão de negócios na Expo Milão 2015, realizada na Itália. A seleção foi feita por intermédio da ACIRP (Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto), via Departamento de Relações Internacionais em parceria com o Consulado Italiano.

“As reuniões foram muito produtivas para gerar troca de conhecimentos e tecnologias. Também pudemos, mais uma vez, estreitar o relacionamento com empresários daquele país, que demonstram interesse em fornecer e até produzir no Brasil”, revelou César Bonacini, gerente comercial que representou a Tuzzi.

A Expo Milão 2015, teve início em maio e terminou na última semana de outubro. O Brasil participou com um pavilhão de 4 mil m², que abrigou exibições, atividades culturais, gastronômicas, seminários, eventos de negócios e de relacionamento. Com o tema “Alimentando o Mundo com Soluções”, o Brasil mostrou sua capacidade para ampliar a produção de alimentos com tecnologias inovadoras e de forma suficiente, saudável e sustentável, com qualidade capaz de atender às demandas mundiais.

OUROFINO AGROCIÊNCIA ANUNCIA MUDANÇAS

A Ourofino Agrociência anunciou mudanças no seu quadro de executivos. Com a saída do então presidente da empresa, Jurandir Paccini Neto, os sócios-fundadores, Norival Bonamichi e Jardel Massari, assumiram a presidência e a vice-presidência, respectivamente. Os sócios-fundadores

também integram o conselho de administração.

 

“A mudança se deu por uma decisão estratégica de reestruturação e que tem por objetivo atender ao propósito maior da companhia, que é o de crescer e se consolidar cada vez mais no mercado de defensivos agrícolas”, afirmou a Ourofino em nota.

Ao longo deste ano, a empresa realizou investimentos no desenvolvimento de produtos em sua fábrica em Uberaba, MG. Na nova estrutura, Marcos Fava Neves, professor titular da FEA/USP, passa a integrar o conselho de administração da Ourofino Agrociência. A companhia anunciou também Luciano Galera como novo diretor de marketing e inteligência competitiva. Na área comercial, assume o engenheiro agrônomo Miguel Favotto.

 

Foto: O prêmio da Tracan foi entregue para a gerente
de marketing, Jessika Monassi e para a gerente de
Recurso Humanos, Michelle Fulco

TRACAN ESTÁ ENTRE AS MELHORES EMPRESAS PARA SE TRABALHAR

A Tracan, concessionária Case IH, é uma das 15 melhores empresas para trabalhar nas regiões de Ribeirão Preto e Araraquara. O anúncio foi feito no dia 12 de novembro pelos responsáveis pelo GPTW, Great Place to Work, no Brasil, que desde 1997 elabora listas com as melhores empresas para se trabalhar em 53 países. Esta foi a primeira lista elaborada para a região, mas no Brasil ela já está na 19ª edição.

A avaliação é feita através de questionário respondido pelos próprios empregados das empresas. São avaliados aspectos como relacionamento com os chefes, as chances de aprendizado e desenvolvimento profissional, a política de remuneração, o ambiente de trabalho e a agilidade e  transparência da comunicação interna.

O prêmio da Tracan foi entregue para a gerente de marketing, Jessika Monassi e para a gerente de Recurso Humanos, Michelle Fulco. “Esse resultado confirma nosso esforço contínuo para valorizar o capital humano por meio de promover o respeito e o bem-estar das pessoas. Mas nossa maior vitória é que esse reconhecimento vem dos nossos próprios colaboradores. Não há nada mais relevante que isso”, conta Fabrizio Milone, diretor de recursos humanos da CNH Industrial para a América Latina.