Conecte-se conosco
 

Últimas Notícias

Queda do preço do diesel é positiva para a cadeia produtiva

Publicado

em

Reprodução/Pé na Estrada | Crédito: Reprodução/Pé na Estrada Direitos autorais: Reprodução/Pé na Estrada

A redução do preço do diesel, anunciada pela Petrobras no início da tarde de ontem, 4, deverá ser sentida no setor produtivo. A partir desta sexta-feira (5/8), o preço médio de venda do Diesel A, da Petrobras para as distribuidoras, passará de R$ 5,61 para R$ 5,41 por litro, uma redução de R$ 0,20 por litro o que representa uma queda de -3,57%.

Considerando a mistura obrigatória de 90% de Diesel A e 10% de Biodiesel, para a composição do diesel comercializado nos postos, o consumidor deverá constatar redução de aproximadamente R$ 0,18, por litro, na bomba.

Em nota, a Petrobras afirmou que essa redução acompanha a evolução dos preços de referência, que se estabilizaram em patamar inferior para o diesel. “É coerente com a prática de preços da Petrobras, que busca o equilíbrio dos seus preços com o mercado global, mas sem o repasse para os preços internos da volatilidade conjuntural das cotações internacionais e da taxa de câmbio”, informou a companhia.

Segundo Fernando Roca, presidente do Núcleo Postos Ribeirão Preto,  grupo setorial que reúne 85 revendedores da cidade, a redução anunciada para o diesel já era esperada pelo mercado, uma vez que a gasolina, também derivada do petróleo, já tinha sofrido duas reduções recentes de preços em um intervalo de apenas 10 dias.

“Se os preços internacionais do petróleo caíram bastante, e o diesel também é derivado do petróleo, significa que o preço do diesel também teria de cair, assim como aconteceu com a gasolina. Trata-se de uma questão de coerência com a política de preços da Petrobras que se baseia no mercado externo”, explica.

Ainda segundo Roca, a redução nos preços da gasolina e do etanol, já tinham ajudado a frear a pressão inflacionária, beneficiando principalmente o consumidor final. “Agora, com a queda do preço do diesel, o efeito positivo será ainda maior e extensivo à toda a cadeia produtiva, uma vez que mais de 90% da produção brasileira é transportada por meio de caminhões movidos a diesel. E esse efeito cascata pode até ajudar a puxar os preços dos demais combustíveis um pouco mais pra baixo, isso porque todos eles também são transportados por frota movida a diesel. Vamos ter uma redução no custo do frete”, finaliza.

Governo teria pressionado Petrobras

A Casa Civil do Governo Federal vinham pressionando a Petrobras para reduzir o preço do óleo diesel, de acordo com fontes do executivo ouvidos pelo O Globo, após a empresa ter mexido nos valores da gasolina duas vezes. É a primeira vez que o preço do diesel é reduzido desde que o novo presidente da estatal, Caio Paes de Andrade, assumiu o comando da empresa.

Segundo  integrantes do governo, esse anúncio é necessário para consolidar um clima mais favorável na economia em meio à campanha presidencial. Por isso, houve um trabalho intenso nos últimos dias para tentar reduzir o preço dos combustíveis não só via Petrobras, mas também com a redução de impostos.

Por Natália Cherubin com informações de O Globo

Cadastre-se e receba nossa newsletter
Continue Reading