Compartilhar

As distribuidoras já compraram 5,7 milhões de Créditos de Descarbonização (CBIOs) no âmbito do programa RenovaBio, de acordo com levantamento da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica).

O presidente da Unica, Evandro Gussi, afirmou em nota: “A pandemia tornou ainda mais evidente a urgência de adotarmos ações concretas para reduzir emissões e evitar as mudanças climáticas. O início da operacionalização do RenovaBio este ano se fez ainda mais pertinente e possibilita que ampliemos a sustentabilidade da nossa matriz de transportes”.

A meta compulsória para distribuidoras que comercializam combustíveis fósseis este ano é de aquisição de 14,5 milhões de CBIOs para o ano de 2020. No mercado, já estão disponíveis cerca de 12 milhões. A Unica afirma em comunicado: “Até o fim do ano, o volume de CBIOs ofertado no mercado será capaz de atender não só as metas do RenovaBio como também pessoas físicas e jurídicas que queiram compensar emissões de GEE de suas atividades”. Cada CBIO equivale a uma tonelada de dióxido de carbono que deixou de ser emitida.

Cadastre-se em nossa newsletter