Fenasucro 2019: novas inovações para o mercado de bioenergia

Evento, que será realizado entre 20 e 23 de agosto, espera um incremento de 10% no volume de negócios, superando os R$ 4 bilhões da edição anterior

A FENASUCRO chega a sua 27ª edição – realizada entre 20 e 23 de agosto, em Sertãozinho – consolidando-se como vitrine do setor de bioenergia e seguindo a tendência mundial de sustentabilidade, em um momento otimista do mercado.

“Em 2019, a feira comemora 27 anos atuando como termômetro e fomentadora de tecnologias e inovações para o mercado de bioenergia”, afirma o diretor da FENASUCRO, Paulo Montabone.

Com o RenovaBio – Política Nacional de Biocombustíveis do Governo Federal criada para garantir o papel estratégico dos biocombustíveis e a segurança energética – a bioenergia entrará em um novo ciclo e o setor tem se preparado com responsabilidade e planejamento.

“Assim, a feira acontece em um momento estratégico, pois será o último encontro dos representantes do setor antes do RenovaBio entrar em vigor, o que fará da feira o principal pólo da tão esperada retomada”, comenta.

Segundo Montabone, historicamente, a FENASUCRO serve como referência para a indústria bioenergética e de produção de cana-de-açúcar no Brasil. Desde 1993 – data da primeira edição – o evento traz as principais tendências, inovações, conteúdo, relacionamento e oportunidades de negócio para a cadeia como um todo.

“A FENASUCRO surgiu para ser um atrativo de conhecimento técnico-comercial para a manutenção das usinas. E, desde então, vem evoluindo. Na primeira edição, eram apenas 47 expositores. Em 2019, após 27 anos, reunimos mais de 1000 marcas expositoras nos quatro dias de evento”, frisa o diretor da feira.

De 1993 a 2004, a FENASUCRO foi realizada no Parque de Exposições Paulo Merlin, em Sertãozinho. Em 2003, a AGROCANA foi lançada e a FENASUCRO seguiu em crescimento. Assim, em 2005, com a junção das duas feiras, viu-se a necessidade da mudança de local para o atual Centro de Eventos Zanini, para comportar a expansão do evento.

Maurício Lopes, gerente de vendas da Indústrias Romi – que participa do evento desde a primeira edição – destaca a relevância da feira por levar aos visitantes as mais recentes inovações para a indústria.

“Nos orgulhamos em fazer parte dos 27 anos da FENASUCRO & AGROCANA, que ao longo da sua história se consolidou como um importante ponto de encontro para profissionais que buscam soluções completas para os mais diversos tipos de empresas”, diz.