Compartilhar

A Mitsubishi Motors e a Atvos, segunda maior produtora de etanol do Brasil, firmaram parceria para compensar 100% das emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) provenientes das etapas previstas nos calendários 2021 e 2022 dos Rallies Mitsubishi. A estimativa é de que 564 toneladas métricas de CO2 emitidas na atmosfera sejam neutralizadas, sendo 282 toneladas para cada temporada, o que seria correspondente ao plantio de 78.928 árvores no meio ambiente.

O inventário, realizado pelo British Standards Institution – BSI Brasil, considera todas as emissões diretas e indiretas das competições já realizadas neste ano, da prova que encerra a programação de 2021, no próximo dia 20 em Mogi Guaçu (SP), e de todo o cronograma do ano seguinte. Isto é, o mapeamento abrange as emissões de escopo 1, 2 e 3 derivadas de cerca de 50 eventos dos calendários 2021 e 2022 da Mitsubishi Cup, Mitsubishi Motorsports, Mitsubishi Outdoor e Mitsubishi Experience.

Para anunciar a parceria, foi criado o selo MIT4Zero – Rallies 4×4 da Mitsubishi, agora carbono zero – que passará a integrar a identidade visual do calendário para atestar que as etapas, a partir de agora, terão todas as suas emissões neutralizadas.

“A Mitsubishi Motors é uma marca que oferece todo um estilo e vida ao ar livre, mais conectado à natureza. É justamente essa a nossa proposta e é isso que queremos oferecer aos nossos clientes que participam dos eventos que promovemos. Ter as emissões dessa atividade totalmente compensadas é uma vitória para a nossa marca”, afirma Letícia Mesquita A. Oliveira, diretora de marketing da Mitsubishi Motors.

Para Amaury Pekelman, diretor executivo de Sustentabilidade, Comunicação e Relações Institucionais e Governamentais da Atvos, a parceria com a Mitsubishi reforça o posicionamento da Atvos como uma empresa produtora de energia limpa e que tem a sustentabilidade intrínseca em seu DNA.

“Participar ativamente desta iniciativa com os Rallies da Mit ratifica o compromisso da companhia de contribuir positivamente com as mudanças climáticas, alcançando um público engajado e capaz de promover mudanças efetivas em prol de um amanhã melhor e mais sustentável para todos”, disse.

Pela natureza de suas operações, a Atvos captura gás carbônico da atmosfera ao recuperar solos degradados para o plantio da cana-de-açúcar, contribuindo com a redução de GEE. Na safra 2020/2021, a partir do uso de seus produtos (etanol e energia elétrica), a empresa evitou a emissão de 5,4 milhões de toneladas de CO2 na atmosfera. Atualmente, é uma das principais emissoras de créditos de descarbonização (CBIOs) do país e emitiu mais de 2,4 milhões de títulos somente na safra passada.

Cadastre-se em nossa newsletter