Compartilhar

Os preços do açúcar iniciaram a semana mistos nos mercados internacionais, com queda nos lotes de maior liquidez e valorização nos lotes para entrega a partir do segundo semestre de 2021.

Em Nova York, na ICE, o açúcar bruto fechou em baixa de 6 pontos no vencimento março/21, negociado em 15.15 centavos de dólar por libra-peso. Já o lote para maio/21 recuou 2 pontos, negociado em 14.25 cts/lb. Os demais contratos subiram entre 4 e 7 pontos.

Em Londres o açúcar branco também recuou nos primeiros lotes. No vencimento março/21 a commodity desvalorizou 1,80 dólar, negociada em US$ 411,50 a tonelada. Já o vencimento maio/21 fechou em US$ 402,50 a tonelada, recuo de 80 cents de dólar. Os demais vencimentos valorizaram entre 80 cents e 2,70 dólares.

No mercado interno o açúcar cristal teve sua 7ª valorização seguida pelo indicador Cepea/Esalq, da USP. A saca de 50 quilos foi negociada ontem em R$ 108,68, contra R$ 108,07 da véspera, alta de 0,56% no comparativo entre as datas.

Cadastre-se em nossa newsletter