Compartilhar

Segundo o Sistema TEMPOCAMPO, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP), o quadro climático do dos últimos 30 dias foi menos favorável para o desenvolvimento dos canaviais dos Estados de São Paulo, Goiás e Minas Gerais, com baixos volumes de chuva e poucos dias chuvosos em relação à média.

Entretanto, uma boa perspectiva de produção para os canaviais de meio e final de safra em relação à safra passada mantém o cenário parcialmente positivo no Estado de São Paulo. Já nos Estados do Paraná e Mato Grosso do Sul, o clima favoreceu os canaviais, atendendo a demanda hídrica da cultura e mantendo a umidade do solo.

De acordo com as projeções do SISTEMA TEMPOCAMPO, a produção de cana-de-açúcar do Brasil poderá variar de 566,21 a 617,22 Mt, levando-se em conta os cenários pessimista e otimista, respectivamente. Esse quadro traduz em possíveis variações de -6,6% até 1,8% em relação à produção reportada pela CONAB para a safra 2020/21 (606,02 Mt).

Confira o boletim TEMPOCAMPO na íntegra e cadastre-se para receber o Outlook da Cana TEMPOCAMPO Esalq no site www.tempocampo.org.

Cadastre-se em nossa newsletter