Usina desenvolve ações de reflorestamento

A usina goiana CRV Industrial desenvolve ações em prol da preservação do meio ambiente e recuperação de áreas degradadas. Para isso, a unidade conta com um viveiro florestal com 50 mil mudas de árvores nativas do Cerrado brasileiro.

De 2018 até agosto deste ano, a usina plantou 41.435 mudas em áreas de proteção permanente (Apps) na região do Vale do São Patrício, em Goiás. Apenas em 2018 foram 8.492, em 2019, 19.346 e este ano, 13.597. No viveiro podem ser encontradas mudas de Jatobá, Pitanga , Graviola, Pitomba , Mama Cadela , Mangaba , Baba de Boi, Ipê Caraíba , Pau Preto , Neen, Mogno , Jenipapo, Pau Jaú, Canela de Velho , Paineira , Barú , Tarumã, Oiti , Aroeira e muitas outras.

União faz a força

A CRV Industrial é parceira do Projeto Ceres, Conservador de Águas, desenvolvido em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente de CERES-GO, juntamente com o poder judiciário da região e outras empresas privadas, que visa promover a gestão integrada dos recursos hídricos, dos solos e da biodiversidade.

Apenas em 2019, 14 nascentes em seis propriedades rurais foram isoladas e protegidas. Já neste ano, em 16 propriedades foram isoladas 24 nascentes. A construção de cercas, fechando a área da nascente, em um raio de 30 a 50 metros a partir do olho d’água evita a entrada dos animais e, por conseguinte, o pisoteio e compactação do solo, permitindo a recuperação da nascente.

Além do reflorestamento das áreas, a usina também doa mudas para proprietários rurais da região e entidades de apoio à comunidade, além de serem disponibilizadas para atividades culturais e socioeducativas da região. Em 2019, o Departamento de Meio Ambiente contabilizou 15.784 doações. E este ano, até agosto, foram mais de sete mil mudas.

“Garantir que a qualidade de vida da comunidade e dos colaboradores, além da preservação ambiental é o principal objetivo da CRV Industrial. Estamos empenhados em projetos que garantem a sustentabilidade”, ressalta Renata Batistela, a técnica do departamento ambiental.