Usina é multada por provocar incêndio em zona rural

A Usina Delta foi condenada a pagar multa por provocar incêndio em matas na zona rural de Uberaba há quase seis anos. Segundo a denúncia do Ministério Público (MP), em outubro de 2015, a empresa provocou incêndio que ocasionou a queima de 324 hectares de lavoura de cana-de açúcar, 37 hectares de mata e 16 hectares de áreas de preservação permanente em duas fazendas da região.

A condenação é equivalente a 120 salários-mínimos, com o valor vigente em 2015, o que equivale a quase R$ 100 mil. A assessoria de imprensa da Usina Delta, disse que a indústria não foi notificada, mas que vai apresentar os recursos cabíveis diante ao equívoco da decisão condenatória.

Denúncia

Na denúncia, a Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente de Uberaba apresentou imagens feitas por uma testemunha do momento em que funcionários da empresa colocam fogo no canavial.

Segundo o que foi apurado, o objetivo das queimadas era facilitar a colheita da cana-de açúcar, mas o incêndio saiu fora de controle, e de acordo com o MP, causou grandes prejuízos ambientais.

Multa

Na decisão, a justiça condenou a empresa ao pagamento de multa de 120 salários mínimos, com o valor vigente em 2015, o qual era R$ 788, equivalendo então a R$ 94.560.

O valor da multa deverá ser destinado ao projeto municipal Preserve, que desenvolve ações de conscientização ambiental, e à Área de Proteção Ambiental (APA), destinada à conservação da biodiversidade nos parques e matas do município, bem como o Rio Uberaba.