1º Selo Energia Verde é emitido por cliente de comercializadora

Foi o primeiro emitido para consumidor que adquire energia no mercado livre através de comercializadora de energia elétrica também certificada pela Unica e associada à Abraceel

A Tredegar Brasil Indústria de Plásticos obteve na última terça-feira (30/07) o Selo Energia Verde, emitido pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), no âmbito do Programa de Certificação da Bioeletricidade, idealizado pela Unica, em parceria com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) e apoio da Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel).

Trata-se do primeiro Selo Energia Verde emitido para consumidor que adquire energia no mercado livre através de comercializadora de energia elétrica também certificada pela Unica e associada à Abraceel.

A comercializadora que vendeu energia para a Tredegar Brasil foi a Votener – Votorantim Comercializadora de Energia.

Segundo Zilmar Souza, gerente de bioeletricidade da UNICA, a Votener – Votorantim Comercializadora de Energia detém o Selo Energia Verde por adquirir energia de usinas sucroenergéticas certificadas pelo Programa e conseguiu, agora, repassar o Selo Energia Verde para o seu cliente Tredegar Brasil, sem nenhum custo financeiro, conforme disposto nas diretrizes do Programa.

Em maio deste ano, a Unica já havia emitido o Selo Energia Verde para a Cooperativa dos Plantadores de Cana do Oeste do Estado de São Paulo (Copercana), por ser um consumidor no mercado livre adquirindo diretamente bioeletricidade de usina sucroenergética certificada no Programa.

“Já tínhamos emitido o primeiro Selo Energia Verde para consumidor que compra bioeletricidade, mas diretamente da usina e, na última terça-feira, conseguimos emitir o primeiro para um consumidor que compra energia, porém a partir de comercializadora de energia elétrica. Em ambas situações, estamos certificando consumidores e comercializadoras que estão ajudando na expansão da bioeletricidade no país”, comenta Souza.

Selo Energia Verde

Criado em 2015, o Programa de Certificação da Bioeletricidade é a primeira iniciativa do tipo no mundo, que procura a certificação para a energia produzida estritamente a partir da biomassa da cana-de-açúcar.

O Certificado Energia Verde é concedido a usinas produtoras de bioeletricidade sucroenergética, que cumprem quesitos ambientais e de eficiência energética, e o Selo Energia Verde é concedido, sem custo, para consumidores e comercializadoras de energia no mercado livre.

O Programa conta atualmente com 87 agentes com Certificação/Selo Verde, entre unidades produtoras, consumidoras e comercializadoras de energia elétrica.

Quer saber mais? Clique aqui