Após três quedas seguidas, açúcar fecha em alta no mercado interno

açúcar se recuperou após três quedas seguidas, açúcar fecha em alta no mercado interno. De acordo com os índices do Cepea/Esalq, da USP, o açúcar cristal fechou valorizado revertendo uma série de três quedas consecutivas. A saca de 50 quilos foi negociada ontem em R$ 62,42, alta de 0,86% no comparativo com a véspera.

Mercado Internacional

O açúcar fechou em alta tanto nas bolsas de Nova Iorque quanto na bolsa de Londres. Segundo especialistas, a elevação vem muito por conta das altas no mercado de milho.

De acordo com eles,  a alta nos valores do milho podem elevar o uso de cana para a produção de etanol, favorecendo assim os preços do açúcar.

Preços

Os preços praticados em Nova York subiram em todos os lotes. No vencimento julho/19, a commodity subiu 13 pontos, com negócios firmados em 12.75 centavos de dólar por libra-peso.

Já a tela de outubro/19 fechou em 12.91 cts/lb, valorização de 5 pontos. Os demais contratos subiram entre 5 e 10 pontos, cada, no comparativo com a véspera.

Londres

No mercado londrino o açúcar branco fechou em US$ 335,70 a tonelada no vencimento julho/19, alta de 2 dólares. O contrato de maior liquidez, com vencimento em outubro/19 foi firmado em 344,10 dólares a tonelada, alta de 1,50 dólar.