Conecte-se conosco
 

Últimas Notícias

BP Bunge discute impactos da conectividade no campo na Vision Tech Summit Agro

Publicado

em

 Diretor de TI da companhia, Paulo Macedo, esteve presente no primeiro do evento, que reúne líderes e especialistas para discutir inovação, tecnologia e sustentabilidade no setor 

Na última quarta-feira (12), o diretor de TI da BP Bunge Bioenergia, Paulo Macedo, marcou presença na programação do primeiro dia da Vision Tech Summit Agro – Conferência de Inovação, Tecnologia e Transformação Digital, que reúne em Ribeirão Preto, até 13/06, lideranças e especialistas para explorar tendências, desafios e soluções tecnológicas com potencial de impulsionar o agro brasileiro.

O painel com participação do executivo da BP Bunge tratou sobre o “Impacto da Conectividade no Agronegócio”. Na ocasião, ele abordou o projeto de transformação digital em andamento na companhia, com investimentos superiores a R$100 milhões, no qual se destaca uma iniciativa de conectividade rural, considerada a maior do país, que, em parceria com a TIM, está instalando 98 torres 4G que estão levando internet para 3 milhões de hectares, abrangendo as regiões das 11 unidades onde a empresa opera.

O diretor destacou o quão estratégico é o projeto para a companhia em diferentes aspectos. Com a ampliação do acesso à internet em suas unidades, recursos tecnológicos já utilizados pela companhia passam a ter o seu uso potencializado, gerando maior agilidade, precisão e ampliando o acesso a dados em tempo real, o que traz um impacto importante para a excelência operacional. A empresa já conta com tecnologia embarcada em cerca de 1.200 equipamentos agrícolas e de transporte conectados a uma central de gestão logística integrada (SmartHub), que é equipada com recursos da agricultura 4.0 e promove uma gestão operacional baseada em dados e no uso da inteligência artificial. Essa central acompanha 24 horas por dia, sete dias por semana, toda a operação de plantio, tratos culturais, colheita e transporte, além de processos de irrigação e fertirrigação dos canaviais, garantindo o abastecimento industrial com mais segurança e qualidade.

Para além da questão operacional, Macedo lembrou também o alinhamento do projeto com compromissos que envolvem a agenda ESG da empresa, como o impacto social positivo e a preservação do meio ambiente. “O programa traz benefícios importantes para a comunidade ao fornecer acesso à internet para mais de 119 mil pessoas em 49 municípios, abrangendo 189 unidades de saúde e 170 unidades de ensino. Compreendemos que muitas soluções surgirão devido à disponibilidade de conectividade, como por exemplo, estudantes tendo possibilidade de estudar em grupos virtuais, fazerem pesquisas e ampliarem seus conhecimentos”, exemplificou o diretor.

Ele explicou também que a otimização operacional gerada pela digitalização das operações também tem efeitos benéficos sobre fatores que envolvem o impacto ao meio ambiente. “Redução no consumo de recursos e na emissão de gases de efeito estufa são exemplos de resultados positivos nesse sentido. No monitoramento das operações de irrigação, por exemplo, em conjunto com o acompanhamento do clima, é possível, por meio de recursos tecnológicos, garantir o uso exato de recursos hídricos”, explicou Paulo.

O executivo da BP Bunge participou ainda de um segundo painel no evento sobre “Emprego da Tecnologia no Campo – Situação Atual e Tendências”, durante o qual abordou questões práticas sobre a aplicação de recursos tecnológico nas operações agrícolas, incluindo a definição de processos a serem digitalizados, o papel digital dos líderes e operadores no campo com a implementação da tecnologia e como o agricultor se beneficiará deste novo cenário.

Cadastre-se e receba nossa newsletter
Continue Reading