Compartilhar

A montadora Nissan, junto ao Ipen (Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares), ligado à USP, estão desenvolvendo um veículo movido a Célula de Combustível de Óxido Sólido (SOFC), que gera energia elétrica a partir da utilização do etanol.

Os estudos devem ocorrer até 2025 e, caso o resultado seja positivo, a expectativa da montadora é lançar comercialmente até 2035.

Segundo reportagem da Isto É Dinheiro, os resultados detalhados da pesquisa não foram revelados, mas sabe-se que a vantagem é que os carros a célula de etanol não precisam de tomada para carregar a bateria e poderão ser reabastecidos em qualquer posto do Brasil.

A Nissan do Brasil começou seus estudos em 2016 e já foram realizados testes com um protótipo. Assim como os carros totalmente elétricos, os que serão movidos a células de etanol terão zero emissão de poluentes.

“Essa tecnologia tem potencial de colocar o mercado brasileiro em um novo patamar”. afirmou à IstoÉ Dinheiro o CEO da Nissan para o Mercosul, Airton Cousseau. “A Nissan é a montadora que está mais perto disso, a mais avançada nos estudos dessa inovação”, afirmou.

Cadastre-se em nossa newsletter