Compartilhar

O setor agrícola da Índia provavelmente terá o maior crescimento em três anos na safra 2020/21, beneficiado por chuvas de monção acima da média, o que ajudará os agricultores a aumentar a produção de culturas como o arroz, a cana-de-açúcar e a soja.

Leia também: Agrishow altera data da edição 2021

“Com boas chuvas de monção, a colheita ocorreu de forma brilhante. Além disso, o consumo e o setor rural também cresceram”, disse o presidente executivo da refinaria Shree Renuka Sugars, Atul Chaturvedi, em uma entrevista da Bloomberg Television. Em momento no qual a economia em geral não está indo tão bem, “a agricultura é provavelmente o único lado positivo”, completa.

A produção de cana-de-açúcar da Índia deve aumentar para quase 400 milhões de toneladas em 2020/21, ante 355,7 milhões de toneladas um ano antes, de acordo com o Ministério da Agricultura. A produção de grãos alimentícios semeados nas monções, incluindo arroz, deve subir para um recorde de 144,52 milhões de toneladas, contra 143,38 milhões de toneladas em 2019/20.

Provavelmente pela primeira vez a Índia está testemunhando, ao mesmo tempo, colheitas abundantes e “preços de commodities muito bons”, diz Chaturvedi. As chuvas recentes melhoraram o nível de umidade do solo, o que beneficiará as safras semeadas no inverno, como o trigo e a colza, disse ele. A Índia é o segundo maior produtor mundial de arroz, trigo e açúcar.

Cadastre-se em nossa newsletter