Crise do setor sucroenergético atingiu mais o RJ, AL, PE e PR. Será que vai piorar?