Dicas e novidades

 

SÜDZUCKER CONFIRMA INTERESSE EM INVESTIR NO BRASIL

A alemã Südzucker, maior produtora de açúcar da Europa, confirmou que recentemente manteve tratativas com companhias sucroalcooleiras brasileiras de olho em uma eventual aquisição. A empresa garantiu que não tem nada para anunciar no momento, mas reafirmou seu interesse em ter maior participação no segmento no Brasil. A companhia alemã não especificou o período em que ocorreram as conversas com as indústrias brasileiras, mas seu CEO, Wolfgang Heer, tem repetido na imprensa europeia sua disposição em fazer aquisições no Brasil e em outros países, e não apenas na área de açúcar.

De acordo com fontes do mercado açucareiro, o movimento da Südzucker tem sentido, pois todos os grandes grupos europeus do segmento buscam uma diversificação geográfica de suas operações. Nesse contexto, o Brasil, maior produtor mundial, é uma fronteira inevitável. Além disso, os ativos no Brasil estão baratos e os europeus sabem que muitas usinas do país estão com dívidas elevadas. Ou seja, o momento é propício a uma aquisição. Também pesa favoravelmente para isso o fato de a maior parte dos analistas projetar déficit global no balanço de oferta e demanda na safra 2017/18.

RAÍZEN FAZ PARCERIA COM PAYPAL EM POSTOS

Pensando em oferecer aos consumidores de combustível uma forma mais rápida de fazer o pagamento, a Raízen, que licencia a marca Shell no Brasil, fez uma parceria com o serviço de pagamentos PayPal. Agora, a compra de combustíveis pode ser paga por meio de um aplicativo no celular, digitando apenas um código, sem precisar sair do carro. O serviço, lançado oficialmente em novembro, já está disponível em 410 postos e, até o fim de 2017, estará para toda a rede da marca no país, que compreende 5,9 mil postos e mil lojas de conveniência, disse Eduardo Wantuil, diretor de Marketing da Raízen.

Para ter acesso ao meio de pagamento, o consumidor precisa baixar o aplicativo Shell Box na Apple Store ou Google Play e, em seguida, vincula sua conta ao PayPal. Se ainda não tiver uma conta, poderá criar e usá-la para qualquer pagamento, não só da Shell. O PayPal tem acordo com mais de 100 mil lojas no Brasil e 10 milhões em cerca de 200 países.

Cada bomba recebe um código referente à sua geolocalização, que será digitado no aplicativo pelo consumidor. A partir daí tudo ocorre automaticamente. O sistema reconhece o usuário e o posto, cruza as informações, captura o valor, debita do cliente e credita para o estabelecimento, além de enviar o comprovante da operação por e-mail, tudo em poucos segundos. O aplicativo está restrito à cobrança do combustível na bomba. A expectativa de Wantuil é que os gastos do cliente com outros serviços e nas lojas de conveniência sejam incluídos em outra etapa.

GRANBIO QUER ACELERAR DESENVOLVIMENTO DE VARIEDADES

Com duas variedades de cana energia protegidas por registros no Ministério da Agricultura até o momento, a GranBio está focada agora na pesquisa em biologia molecular para acelerar o desenvolvimento de novas variedades. Conforme Bernardo Gradin, presidente da companhia, o objetivo é obter o reconhecimento oficial de três a quatro novas variedades por ano nos próximos anos.

Para realizar as pesquisas, a companhia importou 400 genomas de cana convencional de um banco de germoplasma nos Estados Unidos. Sua subsidiária de biotecnologia, a GranCelere, sediada em Campinas, mapeou os genomas de cada variedade e está aplicando análise de big data (grandes volumes de dados) para otimizar os cruzamentos de genes.

Nos últimos cinco anos, a GranBio já investiu R$ 25 milhões em pesquisas sobre cana energia, e a perspectiva para os próximos anos é manter esse ritmo de investimentos. “Nossa diferença é que, além da hibridação natural, temos um trabalho genômico. Estudamos os genes que fazem a planta crescer mais rápido ou como inserir características para aumentar a eficiência. Com isso vamos dar um grande salto de produtividade”, afirma Gradin.

A meta é que daqui cinco anos as novas variedades de cana energia da GranBio estejam produzindo 3,5 vezes mais biomassa do que a cana convencional. Atualmente, as variedades registradas da companhia produzem cerca de 2 vezes mais biomassa.

SÃO MARTINHO RECONHECE OS FORNECEDORES DE DESTAQUE EM 2016

A São Martinho realizou no dia 02 de dezembro de 2016 a entrega do Troféu Fornecedores de Destaque. A premiação é destinada aos fornecedores estratégicos da companhia em insumos, equipamentos, serviços e manutenção, e visa reconhecer o desempenho desses parceiros a partir de quesitos como colaboração, inovação, pontualidade, conformidade e segurança. A entrega do prêmio aconteceu durante a realização do tradicional Café da Manhã com Fornecedor, promovida no espaço de eventos da Usina São Martinho, em Pradópolis. O encontro, que marca o final do ano, reuniu mais de 120 fornecedores estratégicos.

O diretor administrativo da São Martinho S.A, Rodrigo Tetti Garcia, conduziu a apresentação sobre os principais destaques produtivos da companhia em 2016 e falou sobre os cenários e perspectivas para a próxima safra. De acordo com o Marcelo Contó, gerente de Suprimentos da São Martinho S.A, a iniciativa tem o objetivo de reconhecer a qualidade e o desempenho dos fornecedores, além de incentivar ainda mais o processo de melhoria contínua entre a companhia e seus parceiros estratégicos. “Houve uma evolução muito grande nesta segunda edição. Várias empresas alcançaram um nível de atendimento de 100%. Tivemos que utilizar como critério de desempate o volume de entrega dos fornecedores”, explica Contó.

Os fornecedores vencedores foram a Sergomel, Boraquímica, Mosaic Fertilizantes, Link Steel Equipamentos Industriais, Mercedes Benz Caminhões, H.D Caldeiraria Montagem Industrial, Pirasa Veículos, Sapore, São Francisco, Krahenbuhl, Agrimix Distribuidora de Peças, Pacaembu Autopeças, Ouro Fino e Syngenta.