Compartilhar

O preço médio do diesel avançou 0,96% nas primeiras semanas de julho, na comparação com o fechamento do mês anterior. De acordo com o mais recente levantamento do Índice de Preços Ticket Log (IPTL), o combustível foi comercializado nos postos a R$ 4,775.

O diesel S-10, na mesma comparação, apresentou alta de 1% e foi encontrado a R$ 4,831. Em ambos os casos, trata-se dos maiores valores médios por litro do ano.

“Tanto o diesel comum quanto o diesel S-10 registraram aumentos nos preços em todas as regiões do País neste início de segundo semestre. Para o motorista de um caminhão cujo tanque comporta 200 litros de combustível, enchê-lo com o tipo comum está R$ 9,00 mais caro do que estava no mês anterior”, pontua Douglas Pina, Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil.

Na Região Norte, o diesel comum foi encontrado a R$ 4,985, o preço médio mais alto do País. O cenário é o mesmo quando considerado o tipo S-10, comercializado a R$ 5,037.

O maior aumento de preços do tipo comum, no entanto, foi registrado no Nordeste, de 1,10% em relação ao fechamento de junho, enquanto no Sudeste foi registrada a alta mais significativa do diesel S-10, de 1,27%.

Na Região Sul, ambos os tipos do combustível foram encontrados pelos valores médios mais baixos, de R$ 4,413 o litro do diesel comum, e R$ 4,453 do S-10.

No recorte entre estados, o diesel comum com preço médio mais alto foi registrado no Acre, a R$ 5,682. No Paraná, os postos comercializaram o combustível mais barato, a R$ 4,348.

O cenário é o mesmo para o diesel S-10. Os postos acreanos comercializaram no início de julho o combustível mais caro, a R$ 5,668, enquanto nos paranaenses foi encontrado o menor valor médio por litro, de R$ 4,388.

Os maiores aumentos no preço médio de ambos os tipos do combustível foram registrados no Espírito Santo, onde o diesel comum avançou 1,96% e foi encontrado a R$ 4,630. O tipo S-10 no estado foi comercializado a R$ 4,734, após alta de 1,94% na comparação com o fechamento de junho.

Cadastre-se em nossa newsletter