Compartilhar

O preço do etanol tem sido fortemente impactado diante das incertezas do mercado quanto aos efeitos adversos do clima – seca e geadas – sobre os canaviais.

De acordo com informações do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), os preços do etanol anidro e hidratado no Estado de São Paulo subiram em quase todos os dias do período. Nas distribuidoras, houve diminuição do volume negociado, especialmente, de etanol hidratado.

Entre os dias 9 e 13 de agosto, o hidratado fechou a R$ 3,1382/litro, avanço de 3,51% frente ao da semana anterior. No caso do anidro, o valor foi de R$ 3,5733/litro, alta de 3,11%, no mesmo comparativo.

Nessa tendência de alta de preços, o levantamento do Cepea mostra que, no acumulado da atual safra (até o início de agosto), o etanol hidratado registra alta de 35,5%, em termos nominais, e o do anidro, de 41,5%.

Com o anidro se valorizando um pouco mais que o hidratado, a diferença entre os preços médios desses biocombustíveis está em 14,7% na parcial da temporada, contra 13,4% no mesmo período de 2020 e 12,6% na parcial da safra de 2019.

De acordo com o Cepea, a menor competitividade do etanol hidratado frente à gasolina C nos postos também influencia esse movimento.

Cadastre-se em nossa newsletter