Compartilhar

Jalles Machado informou que celebrou memorando de entendimentos com a Albioma, empresa em que tem participação de 35% do capital social, relativo ao projeto de expansão para aumento da eficiência energética da unidade de geração de energia por biomassa adjacente à Usina Otávio Lage e para desenvolvimento de projeto de produção de biogás a partir da vinhaça, resíduo da destilação do etanol.

Parte do projeto contempla a realização de investimentos pela Jalles Machado na ordem de aproximadamente R$ 94 milhões, assim como a contribuição por esta de Biomassa, Vinhaça e de outros ativos sujeitos a opção de compra em 2033 ou ao final da relação entre as duas companhias.

A outra parte do projeto referido visa honrar com as obrigações assumidas pela Albioma no contrato de compra de energia, com prazo de 20 anos a partir de 2025, para o volume de 64 GWh e preço garantido de R$ 202,35/MWh, conforme ajustado pela inflação, fruto do Leilão ANEEL 007/2021 (A4) realizado em 8 de julho de 2021.

Tanto a Jalles Machado quanto a Albioma preveem a conclusão da implementação do projeto para 31 de dezembro de 2024, conforme comunicado divulgado ao mercado nesta segunda-feira (20).

Cadastre-se em nossa newsletter