Preço da gasolina e do diesel sobem em Ribeirão Preto

Reajuste passou a valer nesta quinta-feira (19) e vem após disparada nos preços internacionais do petróleo por conta de ataques na Arábia Saudita

A Central de Monitoramento do Núcleo Postos Ribeirão Preto, SP, comunicou que aumentos de 3,5% na gasolina e de 4,2% no diesel divulgados pela Petrobras já estão sendo praticados pelas distribuidoras que atendem os postos revendedores do município.

Leia também: Ataques na Arábia podem aumentar preço do etanol no Brasil

De acordo com os representantes da Central de Monitoramento do Núcleo Postos Ribeirão Preto – uma iniciativa que reúne 85 postos de combustíveis de Ribeirão Preto, o equivalente a 50% do mercado local – o impacto nas bombas será semelhante ao valor praticado pelas distribuidoras aos revendedores.

Ataques na Arábia Saudita

O reajuste que passou a valer nesta quinta-feira, 19, e veio após a disparada nos preços internacionais do petróleo por conta de ataques na Arábia Saudita, que baixou pela metade a produção do maior exportador do mundo.

A política de reajustes de preços da Petrobras leva em conta as cotações internacionais, além de outras variáveis.

O presidente do Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom), Sérgio Araújo, afirmou que os reajustes desta quarta dão claro sinal de que a empresa está caminhando para praticar preços alinhados com o mercado internacional.

“Aguardar a estabilização dos preços após o evento na Arábia Saudita era necessário”, afirmou.

A Petrobras havia afirmado, na segunda-feira, que manteria o preço dos combustíveis até que os valores do petróleo se acomodassem.

No entanto, após a disparada, os preços vêm caindo desde terça-feira, compensando parte do aumento, depois que a Arábia Saudita anunciou já havia restabelecido parcialmente sua produção e que uma retomada por completo será rápida.

De acordo com a Reuters, de sexta-feira até ontem,18, o barril do Brent acumulou alta de 5,6%, fechando a US$ 63,60 por barril.