Compartilhar

A produção de açúcar do centro-sul do Brasil na segunda quinzena de setembro atingiu 2,87 milhões de toneladas, o que representa avanço de quase 60% na comparação anual, mostraram nesta sexta-feira dados da União da Indústria da Cana-de-Açúcar (Unica).

O diretor técnico da entidade, Antonio de Padua Rodrigues, disse que o período de estiagem favoreceu a colheita e permitiu que a moagem de cana atingisse no acumulado da safra 2020/21 um recorde de 500 milhões de toneladas, mas fez uma alerta sobre o clima.

“É importante monitorar os efeitos da seca sobre o desenvolvimento da lavoura, pois já observamos retração no rendimento de áreas que estão sendo colhidas em algumas regiões do centro-sul”, afirmou ele, em nota.

A moagem de cana na segunda metade de setembro somou 40,22 milhões de toneladas na região, com alta de 14,26% na comparação com mesmo período da safra passada, segundo os dados da Unica.

Cadastre-se em nossa newsletter