Compartilhar

A Raízen Energia, braço sucroalcooleiro da Raízen (joint venture em Cosan e Shell), teve lucro líquido de R$ 593,9 milhões no ano-fiscal 2020/21, encerrado em 31 de março. O resultado foi mais do que o dobro do registrado no exercício anterior, quando o lucro foi de R$ 273,9 milhões.

No último trimestre, o lucro líquido foi de R$ 281,1 milhões, montante 12,7% menor que os R$ 322 milhões do mesmo período do ano anterior.

A receita líquida da companhia em 2020/21 cresceu 4,5% no ano fiscal, para R$ 32,1 bilhões. No trimestre, a receita foi de R$ 9,42 bilhões, o que representou aumento de 4,8% em relação ao último trimestre do ano fiscal anterior, quando foi de R$ 8,99 bilhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebtida, na sigla em inglês) ajustado somou R$ 3,91 bilhões no ano fiscal 2020/21.

Cadastre-se em nossa newsletter