Renuka terá novo leilão da unidade Revati

Após ter plano de recuperação judicial aprovado em maio, a Renuka do Brasil, colocou a unidade Revati, localizada em Brejo Alegre, SP, em leilão.  A usina deverá ser vendida sem passivos, seguindo o modelo de unidade produtiva isolada (UPI). Conforme edital publicado ontem, 24, o lance mínimo é de R$ 263,5 milhões.

O inglês é fundamental em todas as profissões, sabia? No setor sucroenergético não é diferente. Confira as principais expressões traduzidas do português para o inglês agora mesmo.

Preencha o formulário abaixo e baixe seu Guia de inglês

A data final para os lances é até dia 28 de agosto e as propostas podem ser entregues até o dia seguinte. A Revati já havia ido a leilão ao final de 2018, quando companhias como a Castlelake e o grupo Teston chegaram a ser apontadas como possíveis interessadas na usina.

No ano anterior, um certame havia chamado atenção de outras grandes empresas do segmento como Cofco e CMAA (Companhia Mineira de Açúcar e Álcool).

A abertura dos envelopes com as propostas para compra da unidade da Renuka, deverá ser feita em 1º de outubro na 1ª Vara de Falências e Recuperação Judicial de São Paulo. A proposta vencedora será a de maior valor, desde que cumpra os pré-requisitos previstos no plano de recuperação judicial.

Segundo reportagem publicada no Valor Econômico, também podem participar do leilão os credores com e sem garantia real que queiram converter seus créditos em participação acionária.