Conecte-se conosco
 

Sem categoria

Após dias de retração, preços do açúcar encerram semana valorizados

Publicado

em

O menor volume de negócios no pregão após o feriado de Dia de Ação de Graças nos Estados Unidos fortaleceu os fundamentos de uma menor oferta mundial de açúcar no curto prazo na última sexta-feira (25), segundo a análise do jornal Valor Econômico. 
 
Na bolsa de Nova York, os papéis com vencimento março/17 subiram 26 pontos e os negócios foram fechados a 19,84 centavos de dólar por libra-peso. No lote maio/17, a alta foi de 18 pontos e em julho/17, de 11 pontos na comparação com o dia anterior.
 
Ainda segundo o jornal, os preços refletem também a perspectiva de um maior consumo nos EUA após a agência ambiental americana (EPA, na sigla em inglês) elevar a cota mínima de mistura de biocombustíveis avançados à gasolina para 969 milhões de galões (equivalente a 3,668 bilhões de litros).
 
Em Londres, na tela março/17, o açúcar foi comercializado a US$ 527,50 a tonelada, valorização de 5,10 dólares no comparativo com a véspera. Nos outros lotes, a variação positiva foi de 0,40 a 4,20 dólares.
 
Para o Diretor da Archer Consulting, Arnaldo Luiz Corrêa, parece cada vez mais difícil ver os preços do açúcar nos altos níveis em reais por tonelada que vimos até o início de outubro. "A desvalorização do real em relação ao dólar sofre uma combinação das incertezas globais pela eleição de Donald Trump e do quadro político brasileiro com mais uma queda de ministro metido em acusações de favorecimentos. Petróleo despencando no mercado internacional também não favorece a arbitragem do etanol com açúcar, ou seja, independentemente do tamanho da safra no próximo ano, mais açúcar será produzido", afirmou Corrêa.
 
 
Mercado doméstico
 
No mercado interno, o açúcar tipo cristal também encerrou a semana desvalorizado. Segundo o Cepea/Esalq, da USP, a saca de 50 quilos foi vendida a R$ 95,05, um recuo de 0,28% no comparativo com os preços praticados no dia anterior.
 
Fonte: Agência UDOP de Notícias
Cadastre-se e receba nossa newsletter
Continue Reading