Compartilhar

Pela terceira vez consecutiva, a GranBio, empresa de biotecnologia industrial 100% brasileira, foi reconhecida pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria- Geral da União (CGU) como uma empresa comprometida com a ética. A divulgação oficial das empresas Pró-Ética 2016 ocorreu no dia 16 de novembro, durante a 3ª Conferência Lei da Empresa Limpa, realizada em Brasília.

A iniciativa, criada pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU), em parceria com o Instituto Ethos, tem o objetivo de incentivar as corporações a adotarem políticas e ações necessárias para se criar um ambiente íntegro, que reduza os riscos de ocorrência de fraude e corrupção. A avaliação das empresas inscritas é feita pelo comitê-gestor do Pró-Ética, que leva em consideração diferentes aspectos, como o nível de comprometimento da alta direção e compromisso com a ética, políticas e procedimentos internos de integridade, comunicação e treinamento, canais de denúncia e remediação, análise de risco e monitoramento, entre outros. Os critérios de seleção consideram todos os aspectos da Lei no12.846/2013, a chamada Lei Anticorrupção.

“Ter uma conduta ética, íntegra e transparente está nos princípios da GranBio desde a sua criação. Essa é a base de nossa postura nos negócios e de nosso relacionamento com os públicos interno e externo, na esfera pública e em todos os outros campos em que estamos inseridos. Ser reconhecida pela terceira vez consecutiva, só confirma o nosso comprometimento”, afirma Bernardo Gradin, presidente da GranBio. A empresa obteve o selo pela primeira vez em 2013, com apenas dois anos de existência, a mais jovem a fazer parte da lista.

Em 2016, 195 empresas, de diversos portes e ramos de atuação, manifestaram interesse em participar da avaliação, mas apenas 25 estão na lista de reconhecimento. As companhias aprovadas assinam um Termo de Compromisso com a Ética e a Integridade, documento público que assegura a disposição para construir um relacionamento mais íntegro, ético e transparente com os setores público e privado.

Cadastre-se em nossa newsletter