Compartilhar

Os preços médios do etanol hidratado são vantajosos sobre os da gasolina somente em postos do Estado de Mato Grosso. Com a alta de 2,65% na semana passada, o etanol perdeu a competitividade econômica em Goiás, segundo dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), compilados pelo AE-Taxas. O levantamento considera que o combustível de cana, com menor poder calorífico, tenha um preço limite de 70% do derivado de petróleo nos postos para ser considerado vantajoso.

Em Mato Grosso, o biocombustível é vendido, em média, por 66,53% do preço da gasolina. Em Goiás a paridade passou de 68,53% para 70,18%. São Paulo, onde o etanol vale, em média, 71,94% do preço da gasolina, é o estado onde o limite de paridade desfavorável entre o etanol e o combustível de petróleo está mais próximo dos 70%.

A gasolina é mais vantajosa no Amapá. Naquele estado, o preço do etanol atinge 96% do cobrado em média pela gasolina.

Fonte: Broadcast Agro

Cadastre-se em nossa newsletter