Conecte-se conosco
 

Sem categoria

Índia pode oferecer incentivo para exportação de 5 mi t de açúcar

Publicado

em

A Índia pode avaliar na quarta-feira uma proposta para fazer com que usinas de açúcar exportem 5 milhões de toneladas da commodity, incentivando as vendas para o exterior na temporada 2018/19, disseram dois agentes do governo.

O país asiático, que deve superar o Brasil como maior produtor de açúcar do mundo em 2018/19, está tentando reduzir o estoque crescente.

O aumento de embarques poderia pressionar os preços globais do açúcar, que estão sendo negociados próximos de mínimas em quase uma década.

Porém, isso também poderia ajudar o governo do primeiro-ministro Narendra Modi durante o ano eleitoral, garantindo que os produtores consigam o preço prometido da cana-de-açúcar.

Sobrecarregadas com estoques massivos e uma queda acentuada dos preços, usinas disseram não conseguir pagar os agricultores de cana o preço fixado pelo governo a tempo.

Algumas empresas açucareiras devem cerca de 135 bilhões de rúpias (1,85 bilhão de dólares) no atual ciclo para produtores, que formam um grande bloco de eleitores, disse uma autoridade governamental à Reuters.

“Para ajudar usinas a exportar 5 milhões de toneladas de açúcar, o governo deve dar a elas subsídios de transporte no valor de 30 bilhões de rúpias”, disse uma segunda autoridade.

Enquanto isso, grupos que representam as indústrias de açúcar do Brasil e da Austrália estão coordenando estudos junto a seus governos para questionar na Organização Mundial do Comércio (OMC) um possível subsídio à exportação de açúcar na Índia.

O governo indiano também está planejando aumentar o preço que paga diretamente para os produtores de cana para 138 rúpias por tonelada em 2018/19, começando em 1º de outubro, ante 55 rúpias neste ciclo, disseram as fontes governamentais. (Reuters)

Continue Reading