Contratos futuros do açúcar fecham mistos

Na sexta-feira (28) os contratos futuros do açúcar fecharam mistos na ICE de Nova York. Os lotes para março/20 encerraram o dia em 14.46 centavos de dólar por libra-peso, alta de 7 pontos. Já os contratos para maio/20 caíram 6 pontos e foram firmados em 14.14 centavos de dólar por libra-peso. Os demais contratos também fecharam em queda, desvalorizando entre 10 e 16 pontos cada.

“Grande parte das usinas com quem temos relações comerciais já anteciparam as fixações de preços do açúcar quando NY orbitava os 15 centavos de dólar por libra-peso e, não raro, algumas estão totalmente fixadas para 2020/2021, com boa parcela fixada para a safra seguinte. É bom lembrar que, embora o mercado tenha caído quase 100 pontos, o valor do açúcar em NY equivale a mais de R$ 1,450 por tonelada FOB”, analisa o diretor da Archer Consulting, Arnaldo Luiz Corrêa.

Na ICE Europe, em Londres, os contratos futuros para maio/20 foram comercializados em US$ 396,60 a tonelada, queda de 2,10 dólares. Na tela agosto/20 a queda foi de 2,50 dólares, sendo os papéis firmados em US$ 390,70 a tonelada.

Mercado doméstico

Na sexta-feira (28), em São Paulo, a saca de 50 kg de açúcar cristal fechou em R$ 80,90, pelo indicador Cepea/Esalq, da USP. Houve valorização de 0,16% quando comparado ao valor da véspera. No acumulado do mês de fevereiro a valorização foi de 6,77%.