Compartilhar

A terça-feira, 29, foi de preços estáveis para o etanol no mercado físico paulista. Em Ribeirão Preto, o etanol hidratado teve preço de R$ 3,43 o litro, assim como o anidro.

Segundo o analista Maurício Muruci, da consultoria Safras & Mercado, a evidência ainda é de um quadro sem a competitividade do hidratado frente à gasolina em plena entrada de safra, o que acaba deixando as distribuidoras com maior poder de argumentação e negociação junto às usinas.

“Isto ocorre apesar do novo vetor de risco climático que se desenvolve no mercado, com a incidência do risco de geadas sobre partes dos canaviais do Centro-Sul”, disse ele.

Como regiões mais ao norte de São Paulo e no Centro-Oeste devem se manter livres do risco de geadas, a ponta compradora consegue uma relativa neutralização parcial deste risco na precificação do mercado físico.

“Ajuda na formação deste cenário a falta de competitividade do hidratado frente à gasolina. Para completar o petróleo em Londres se estabilizou na faixa do US$ 75 o barril enquanto o câmbio se distancia cada vez mais dos R$ 5, neutralizando eventuais altas na gasolina no curto prazo, ou, pelo menos, altas significativas que possam abrir margem para ganhos no etanol”, disse Muruci.

Cadastre-se em nossa newsletter