Exportações aquecidas mantêm preço do açúcar elevado

Mesmo com a maior produção de açúcar nesta temporada 2020/2021, as exportações seguem aquecidas e têm dado suporte aos preços domésticos, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) da Esalq/USP.

Desde abril, início oficial da safra 2020/21, as médias mensais do Indicador CEPEA/Esalq estão acima das praticadas no mesmo período da temporada passada, em termos reais – valores deflacionados pelo IGP-DI base junho.

No Estado de São Paulo, o mercado spot de açúcar cristal iniciou a semana passada com baixa liquidez, mas se recuperou ao longo dos dias.

Por isso, entre 6 a 10 julho, a média do Indicador CEPEA/ESALQ, cor Icumsa de 130 a 180, mercado paulista, foi de R$ 76,74 por saca de 50 kg, alta de 0,7% em relação à anterior, quando fechou em R$ 76,21 pela mesma saca entre os dias 29 de junho a 3 de julho.