Compartilhar

Demorou, mas o processo de recuperação judicial da usina São Fernando, iniciado em 2013, e que acabou culminando na falência, está próximo do fim. Isso porque uma decisão, emitida ontem, segunda-feira (17), intimou a Millenium Holding a cumprir com o que propôs no leilão.

Leia também: Usina São Fernando se tornará uma total flex

Conforme havia sido sugerido pelo Banco do Brasil, um dos credores da São Fernando, a proposta da Millenium foi considerada a mais interessante: R$ 351,65 milhões pagos à vista em até 180 dias após a decisão judicial.

Esta possibilidade elimina as exigências de viabilidade – não apresentadas pela companhia –, já que a administração da usina passará para ela assim que o pagamento for feito.

Desta forma, a Millenium deve efetuar o depósito judicial do valor integral ou apresentar fiança bancária para o pagamento em seis meses até o dia 31.

Caso ela não cumpra estas determinações, a Energética Santa Helena terá até 7 de junho para apresentar o reforço de garantias a fim de concluir a proposta ofertada.

Abaixo você confere o texto completo com as condições da compra pela Millenium, as comparações entre as concorrentes e a decisão do juiz da 5ª Vara Cível de Dourados (MS), César Lima.

Decisão sobre a venda da usina São Fernando

Cadastre-se em nossa newsletter