Preços do açúcar continuam em baixa nas bolsas internacionais

Os preços do açúcar continuaram em baixa nesta quarta-feira (4) nas bolsas internacionais. Segundo analistas de mercado, a desvalorização leva em conta a alta do dólar e as preocupações com uma pandemia de Covid-19. Nem mesmo os recentes anúncios de quebra de produção em importantes países como a Índia e a Tailândia estão conseguindo manter os preços ascendentes.

Em Nova York a quarta-feira foi de queda em todos os lotes da Ice Future. Na tela maio/20 a commodity desvalorizou 29 pontos, negociada em 13.47 centavos de dólar por libra-peso. Já a tela para julho/20 caiu 27 pontos, com negócios também em 13.47 cts/lb. Nos demais vencimentos o açúcar branco desvalorizou entre 22 e 27 pontos no comparativo com a véspera.

Londres também viu as cotações do açúcar branco caírem em todos os lotes. Na tela maio/20 a desvalorização foi de 4,50 dólares, com a tonelada comercializada em US$ 384,70. Já o lote para agosto/20 fechou em US$ 379,90 a tonelada, baixa de 5,30 dólares, Nas demais telas as desvalorizações oscilaram entre 40 cents e 5,80 dólares.

Açúcar cristal

O mercado interno, medido pelo Cepea/Esalq, da USP, também fechou em baixa nesta quarta-feira. A saca de 50 quilos do açúcar cristal foi comercializada a R$ 80,86, queda de 0,55% no comparativo com a véspera.