Compartilhar

Quatro usinas sucroalcooleiras da Região Norte estão iniciando a safra 2021/2022. A primeira a dar partida foi a Central Açucareira Santo Antônio, localizada em São Luís do Quitunde.

Segundo o jornal Tribuna Independente, outras três usinas, a Camaragibe, em Matriz de Camaragibe, filial da Santo Antônio e com produção menor; a Santa Maria, em Porto Calvo e a Porto Alegre, em Colônia Leopoldina, na zona da Mata, devem começar a moagem até o fim do mês de agosto.

A Usina Santo Antônio, na safra 2020/2021 moeu mais de 2 milhões de toneladas de cana-de-açúcar. A usina, que produz álcool, energia e açúcar (VHP e Cristal), espera ter um pequeno aumento na produção, que segue até os primeiros meses de 2022.

No Estado de Alagoas outras usinas também se preparam para o novo ciclo de moagem com o trabalho de manutenção e de montagem de novos equipamentos.

Segundo o Sindaçúcar, a expectativa é de superar as 17 milhões de t de cana registradas na safra 2020/21. O novo ciclo deve contar com as 15 unidades industriais atualmente em operação no Estado.

A primeira unidade a confirmar o início da safra foi a usina Pindorama, em Coruripe. Segundo boletim divulgado pelo Sindaçúcar-AL, foram processadas pelas 15 usinas alagoanas em operação na safra 20/21, 17.037.842 toneladas de cana. Em comparação a moagem 19/20, quando a produção final foi de 16.972.205, foi registrada uma variação positiva de 0,39% entre os dois ciclos.

Cadastre-se em nossa newsletter