Compartilhar

 O ritmo de negócios do etanol hidratado seguiu lento entre 5 e 9 de dezembro. Segundo dados do Cepea, o volume negociado (estado de São Paulo) no período diminuiu 24% em relação à semana equivalente de 2015.

Esse cenário se deve à menor demanda pelo hidratado, por conta da perda de competitividade do biocombustível frente à gasolina C. Além disso, conforme colaboradores do Cepea, distribuidoras continuam trabalhando com estoques adquiridos anteriormente. Mesmo nesse contexto, os preços subiram na última semana, já que algumas usinas chegaram a vender o produto a valores maiores na terça e quarta.

Entre 5 e 9 de dezembro, o Indicador Cepea/Esalq do hidratado foi de R$ 1,8948/litro, alta de 3,6% em relação à semana anterior. Para o anidro, o aumento foi de 2,3%, com o Indicador a R$ 2,0670/l. O Indicador Esalq/BM&FBovespa do hidratado, posto Paulínia (SP), fechou a R$ 1.832,00/m3 (sem impostos) nessa segunda-feira, 12, aumento de 3,1% sobre a segunda anterior.

Fonte: Cepea

 

Cadastre-se em nossa newsletter