Compartilhar
De acordo com o Line-up da Consultoria Datagro, as importações de etanol podem finalizar o mês de novembro totalizando 126,5 mil metros cúbicos, alta de 33,53% ante o volume importado no mês anterior. Em 2015 o Brasil não importou etanol no mês de novembro. Se concretizado, o volume importado em novembro de 2016, será o maior importado em um único mês nos últimos 4 anos.
 
Do agendado para novembro, 70,96% (89,4 mil m3) tiveram como destino o porto de Santos, seguido do porto de Suape com 17,94% (22,6 mil m3), Maceió com 7,13% (8,9 mil m3) e Fortaleza com 3.97% (5 mil m3).
 
Nos últimos meses e até este momento, a Dstagro informou que não identificou qualquer embarcação com destino ao porto de Paranaguá.
 
Para dezembro, já está agendada a descarga de 20,3 mil m3 no porto de Belém, e segundo informações de corretores, alguns importadores estão negociando com armadores a fixação de mais três navios com destino aos portos do Norte-Nordeste do Brasil.
 
No acumulado do ano, de janeiro a novembro, as importações já somam 725 mil m3, dos quais 38,45% (274,9 mil m3) foram descarregados no porto de Suape, seguido do porto de Santos com 26,18% (187,1 mil m3), Fortaleza com 13,08% (93,5 mil m3), seguido dos outros portos do Norte-Nordeste que somaram 22,29% (159,3 mil m3).
 
Já no somatório do período da safra 2016/17, desde abril, a importação de etanol no Centro-Sul, através do porto de Santos, já atingiu 150,1 mil metros cúbicos, correspondentes, portanto, a 33,4% da projeção atual Datagro sobre a importação na região em 2016/17, que é de 450 milhões de litros.
 
Fonte: Datagro
Cadastre-se em nossa newsletter