Compartilhar

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, na noite de ontem (3), que espera uma queda da taxa básica de juros, a Selic, daqui a um mês.

Além disso, ele ponderou que não interfere nas decisões do Banco Central. “Espero que [a Selic] caia na próxima vez, espero, daqui a uns 30 dias”, disse durante transmissão ao vivo que faz semanalmente em suas redes sociais.

No mês passado, o Comitê de Política Monetária (Copom) do BC avaliou que, se houver espaço para um novo corte na Selic, ele “deve ser pequeno”. A informação consta na ata da reunião do grupo em que a taxa básica de juros caiu para 2% ao ano, o menor patamar da história. Desse modo, ao reduzir os juros básicos, o BC estimula redução no custo de empréstimos e financiamentos e alta no crédito bancário.

Leia também: Pandemia reduziu consumo de etanol em 30%

Jair Bolsonaro em live realidade em sua rede social.
Jair Bolsonaro em live realidade em sua rede social.

“A Selic está a 2%, ninguém nunca esperava acontecer isso no Brasil. Não foi no canetaço, não”, disse Bolsonaro. Em seguida, ele afirmou que “não participa disso”, que “não interfere”, mas que fica feliz com o resultado. “Espero que caia na próxima vez, espero, daqui a uns 30 dias”, emendou.

Cadastre-se em nossa newsletter