Cerradão comemora safra em encontro com fornecedores

Em comemoração aos excelentes resultados conquistados nesta XI safra da Usina Cerradão, foi realizado, no dia 20 de novembro, o Encontro de Fornecedores edição 2019.

Usina Cerradão encerrra safra com encontro de fornecedores
Fornecedores que foram premiados pela excelência na sua produção

A Cerradão, usina localizada em Frutal, MG, comemorou, no dia 20 de novembro, o encerramento da sua XI safra e os resultados conquistados em um encontro com os seus maiores parceiros: os fornecedores de cana da unidade.

A Cerradão encerrou a safra 2019/20 na primeira semana de novembro com a produção de 3.327 milhões de t de cana, 46.493 mil t de açúcar, 251 mil m3 de etanol, 330 mil Mwh de energia e 2.200 mil t de levedura.

LEIA TAMBÉM

Uisa encerra a safra 2019/2020 como moagem recorde

Quais foram os desafios da safra 2019/20 de cana-de-açúcar?

Safra de usina de Goiás supera expectativas

Esses números, de acordo com o diretor Agrícola da Usina Cerradão, Florêncio Queiroz Neto, estão acima do esperado. O clima ajudou e a Cerradão investiu mais. “O bom ano é fruto do que conseguiram planejar e executar. Tivemos mais investimentos em tecnologias também. Tanto por parte da usina quanto por parte dos fornecedores. Investimos na destilaria, flexibilizando mais o nosso mix de produção.”

O evento, de acordo com a Companhia, foi uma forma de retribuir, compartilhar e valorizar a parceria com estes que são peças fundamentais em toda a trajetória Cerradão . A companhia aproveitou o momento para apresentar os números da safra 2019/20 e premiar os fornecedores que se destacaram em suas produções. De acordo com o diretor Agrícola da Usina Cerradão, Florêncio Queiroz Neto, a Cerradão criou e está colocando em prática um programa específico de premiação aos fornecedores para uma série de critérios.

“Se o fornecedor entrega uma cana sadia, com qualidade ou entrega com regularidade vai receber um prêmio a mais, ou seja, existe uma série de indicadores que nos fazem pagar a mais pela cana do fornecedor. O que é importante é a usina esteja junto com o fornecedor, dando apoio nos momentos que ele precisa. Seja apoio financeiro ou estrutural, de máquina, por exemplo. O que temos feito aqui é isso, valorizar o bom produtor”, disse em entrevista exclusiva à RPAnews.

A usina estabeleceu uma meta ambiciosa para os próximos anos e aproveitou o evento para convocar todos fornecedores a participar deste projeto que é de alcançar as 6 milhões de toneladas até 2030.