Compartilhar

Os contratos futuros do açúcar não conseguiram se manter em alta e fecharam desvalorizados nas bolsas internacionais nesta terça-feira (18). Em Nova York, a Ice fechou no vermelho em todas as telas do açúcar bruto. No vencimento outubro/20, a commodity foi negociada em 12.89 centavos de dólar por libra-peso, recuo de 17 pontos no comparativo com a véspera. Já a tela para março/21 desvalorizou 18 pontos e foi negociada em 13.44 cts/lb. Os demais vencimentos recuaram entre 16 e 19 pontos.

Em Londres o açúcar branco também acompanhou as baixas da Ice de Nova York e fechou no vermelho. A tonelada, no vencimento outubro/20 desvalorizou 6,30 dólares e foi negociada em US$ 373,40. Já a tela para dezembro/20 se firmou em US$ 373,10 a tonelada, recuo de 6,40 dólares no comparativo com a véspera. Os demais vencimentos recuaram entre 4,30 e 6,50 dólares a tonelada.

No mercado doméstico o açúcar voltou a subir pelo índice do Cepea/Esalq, da USP, com a saca de 50 quilos negociada em R$ 81,52, valorização de 0,83% no comparativo com a véspera.

Cadastre-se em nossa newsletter