Em Goiás, usinas se uniram para produção de álcool 70

Assim como outros exemplos pelo Brasil, usinas sucroenergéticas Goiás também anunciaram ontem, que vão produzir álcool líquido 70% em ajuda ao combate ao Coronavírus (Covid-19), que se espalha pelos estados brasileiros.

 

Segundo André Rocha, presidente-executivo dos sindicatos da Indústrias e Fabricação de Etanol e Açúcar do Estado de Goiás (Sifaeg/Sifaçucar), com a grande procura e o desabastecimento de estoques do álcool em gel, a produção será destinada, de graça, para a higienização de unidades de saúde em todo o estado de Goiás.

 

Os primeiros litros começam a ser fabricados em aproximadamente dois dias e, além de distribuir para unidades de saúde na capital, as indústrias vão repassar o álcool líquido a municípios do interior de Goiás.

 

Mesmo no período de entressafra, as usinas estão, segundo Rocha, conseguindo transformar o etanol em álcool 70%. Grande parte das empresas não realiza a produção do álcool em gel por causa da falta de um reagente – o carbopol – que faz parte da composição do produto.

 

“Já temos uma ou duas usinas de trabalho imediato. A produção terá uma média de cerca de 100 mil litros. O destino principal, além das unidades de saúde, são asilos, presídios e unidades socioeducativas”, explicou o presidente.