Compartilhar
Em mais um gesto para agradar o governo Donald Trump, o ministro Ernesto Araújo (Relações Exteriores) atuou junto ao presidente Jair Bolsonaro para que o Brasil renove por mais 90 dias uma cota de importação de etanol estrangeiro que pode entrar no Brasil livre de tarifa.

A decisão ainda não foi anunciada, mas interlocutores disseram à Folha que Bolsonaro se convenceu dos argumentos apresentados por Araújo e que a tendência é que ele chancele a medida. Se confirmada, ela beneficia sobretudo produtores de milho do Meio-oeste americano.

A cota existente atualmente prevê que 750 milhões de litros de etanol podem ingressar no Brasil sem pagar um imposto de importação de 20%. Araújo trabalha para que a renovação seja proporcional, ficando em cerca de 187 milhões de litros. A cota atual venceu ontem (31) e, sem a renovação, todo o etanol americano passaria a pagar o imposto para entrar no Brasil.

Cadastre-se em nossa newsletter