Compartilhar

O volume fabricado de etanol alcançou 2,23 bilhões de litros na segunda quinzena de agosto. O etanol anidro segue em trajetória ascendente, com um aumento substancial de 42,34% na produção, atingindo 941 milhões de litros nesse ano ante 661 milhões de litros fabricados no mesmo período de 2020, de acordo com a Unica (União da Indústria da Cana-de-açúcar)

O rendimento industrial do biocombustível na quinzena alcançou o patamar de 21 litros por tonelada, valor bastante elevado para o atual estágio da safra.

A produção de etanol hidratado registrou 1,29 bilhão de litros (-15%). Do total produzido de biocombustível, 135,65 milhões de litros foram fabricados a partir do milho.

No mês de agosto, as unidades produtoras do Centro-Sul comercializaram um total de 2,45 bilhões de litros de etanol, registrando retração de 9,8% em relação ao mesmo período da safra 2020/2021.

Do total comercializado em agosto, 134,28 milhões de litros foram destinados para o mercado externo e 2,32 bilhões de litros vendidos domesticamente.

No mercado interno, as vendas de etanol hidratado alcançaram 1,43 bilhão de litros em agosto, com redução de 11,7% sobre o montante apurado no mesmo período da última safra (1,62 bilhão de litros). A quantidade comercializada de etanol anidro, por sua vez, registrou aumento de 11,4%, com 887,10 milhões de litros vendidos em 2021 contra 796,06 milhões de litros em 2020.

O diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues, explica que “no mês de agosto a queda no consumo para fins carburantes foi 14,7% reflexo da perda de competitividade do etanol hidratado frente a gasolina e do mercado se adequando às condições atuais de oferta e demanda dos produtos”.

No acumulado desde o início da safra 2021/2022 até 01 de setembro, o volume de etanol comercializado pelas empresas do Centro-Sul acumula crescimento de 3,1%, somando 12,22 bilhões de litros.

Desse total, 731,39 milhões de litros foram destinados à exportação (queda de 33,6%) e 11,49 bilhões ao mercado interno (aumento de 6,8%). Do total comercializado domesticamente, o etanol anidro representa 4,19 bilhões de litros (aumento de 26,1%) e o etanol hidratado corresponde a 7,30 bilhões de litros (queda de 1,8%).

A fabricação acumulada de etanol, por sua vez, totalizou 18,65 bilhões de litros, sendo 7,15 bilhões de litros de etanol anidro e 11,49 bilhões de litros de etanol hidratado. Do total fabricado, 1,29 bilhão de litros do biocombustível foram produzidos a partir do milho

Açúcar avançou 

Na segunda metade de agosto, 46,43% da cana-de-açúcar foi destinada à produção de açúcar, ante 46,73% registrados na mesma data de 2020. A produção do adoçante avançou em 0,69% na última quinzena e atingiu 2,95 milhões de toneladas fabricadas, ante 2,93 milhões de toneladas verificadas em igual período do ano anterior.

No acumulado desde o início da safra 2021/2022 até 01 de setembro, a produção de açúcar alcançou 24,28 milhões de toneladas, contra 25,99 milhões de toneladas verificadas na mesma data do ciclo 2020/2021.

Cadastre-se em nossa newsletter