Executivo – No comando e na gestão de pessoas

0
34

 

No comando e na gestão de pessoas 

*Alisson Henrique

Sarita Junqueira Rodas
Idade – 35 anos
Estado civil – Solteira
Formação – Direito pela Universidade Paulista
Cargo – Sócia-proprietária e presidente do Grupo Junqueira Rodas
Hobby – Cozinhar
Filosofia de vida- “Viver para aprender a ser melhor todos os dias. ”

Muitas vezes o destino nos faz mudar completamente o curso que programamos para a nossa vida. Perdas, ganhos, situações inusitadas e uma série de outros acontecimentos nos proporcionam mudanças tanto na vida pessoal, quanto na profissional. Foi o que aconteceu com Sarita Junqueira Rodas, hoje sócia-proprietária e presidente do Grupo Junqueira Rodas, uma companhia importante do agronegócio brasileiro que engloba negócios em produção de cana-de-açúcar, laranja e criação de gado para melhoramento genético.

Desde criança, Sarita tinha um sonho: ser promotora de justiça. No entanto, algum tempo depois de formada em Direito, a perda de seu pai, sócio-fundador do Grupo, a forçou a mudar de planos. “Perdi meu pai muito cedo e inesperadamente. A partir dessa difícil situação fui me preparar para assumir os negócios da família e dar continuidade ao legado deixado por ele.”

Filha de agropecuaristas, Sarita relembra com felicidade a sua infância no campo, sua experiência e vivência dentro do agronegócio. “Tenho muito orgulho de ser de uma família do agro. Hoje, trabalhando nisso, me sinto ainda mais comprometida com a atividade que mais emprega no Brasil. ”

Se engana quem acha que a transição do Direito para a administração dos negócios da família foi rápida. Sarita conta que, mesmo tendo crescido no setor, o processo de adaptação com as novas tarefas foi longo. Foram seis anos de muito aprendizado. “Fiz treinamentos internos com minha própria equipe, que é muito competente e especializada no que faz. Além disso, participei de outros cursos externos, como formação em Conselho de Administração, especialização em Empresas Familiares e Gestão de Alta Performance. Alguns desses cursos eu realizei fora do país”, adiciona.

No início a executiva conta que não tinha a intenção de mudar muita coisa nos negócios da família logo quando assumiu o posto de presidente do Grupo. Para ela, as mudanças tinham de ser graduais. Mesmo assim, Sarita logo se dedicou a implementar indicadores de resultados, orçamentos com metas e, principalmente, muita tecnologia em todas as áreas. Hoje, sua principal função é a de fazer a gestão do capital humano da empresa. “Sou CEO do Grupo e minha maior função é gerir pessoas, o que vem dando muito resultado e, consequentemente, muita satisfação. ”

Além de desempenhar as funções no Grupo Junqueira Rodas, Sarita também gere a Prossiga, empresa fundada por ela, que tem o objetivo de transmitir todo o conhecimento que adquiriu sobre famílias empresárias ao longo dos anos. “Diante da experiência que fui absorvendo ao longo desses dez anos trabalhando com sucessão em empresas familiares, fundei a Prossiga. A intenção é ajudar outras famílias a se estruturarem antes do caos. Hoje, a Prossiga ministra cursos, palestras e dá coaching para famílias empresárias.”

BUSCANDO GANHOS EM PRODUTIVIDADE

Fundado em 1968, o Grupo Junqueira Rodas tem hoje operações distribuídas em mais de 13 mil ha divididos em 12 propriedades no Estado de São Paulo e uma no Mato Grosso do Sul. Em quatro anos, foram investidos mais de R$ 123 milhões nas culturas de cana-de-açúcar, citrus e também no gado, dobrando o faturamento anual da empresa nesse período.

A laranja é o principal produto da empresa, comercializada in natura para produção de suco. São dois milhões árvores plantadas em cerca de 4 mil ha. A safra 2017/18 apresentará o recorde da empresa, registrando mais de 3 milhões de caixas. A Fazenda Água Milagrosa, localizada na cidade de Tabapuã, SP, comporta as 1.300 cabeças de gado Tabapuã, raça genuinamente brasileira que é utilizada para fertilização e melhoramento genético.

Logo atrás da laranja, a produção de cana do Grupo chegou a 225 mil t na última safra em canaviais que estão espalhados por 3 mil ha. “Neste ano, nossa produtividade média bateu 90 t/ha, mas estamos trabalhando com afinco para melhorar isso. Somos novos na atividade e estamos buscando melhoras constantes”, destaca a empresária. Hoje, o destino da cana da empresa, que corresponde a 35% da área cultivável, são usinas do interior de São Paulo.

“Estamos há apenas 13 anos na atividade. Porém, a cultura já se tornou muito importante para o Grupo. Estamos em processo de crescimento e buscando melhorias de eficiência constante.” Perguntada sobre os desafios do setor em 2018, Sarita é enfática e diz que encontrar meios para o ganho produtividade, aliado a profissionalização do setor serão as chaves para o sucesso na próxima temporada. “Não só no setor como também no agro em geral. No caso da cana, temos muito o que evoluir para atender às demandas internacionais eé exatamente isso que estamos buscando. ”

VIDA DINÂMICA E AMOR PELA COZINHA

Mãe de três filhos: Felipe, 18 anos, Katharina, 12 anos e Felix, 10 anos, Sarita conta que sua rotina de trabalho é bastante dinâmica, pois ela não realiza serviços operacionais. “Atualmente, participo de três conselhos de administração, o que me toma boa parte do tempo analisando materiais e criando estratégias para propor às empresas. Procuro me organizar para ser produtiva durante o dia – abrindo mão, muitas vezes, do almoço – para poder estar em casa no final do dia e equilibrar meu tempo entre trabalho e família. ”

Quando não está desempenhado suas tarefas no trabalho, a executiva revela que sua verdadeira paixão é cozinhar. “É um dos meus maiores amores. Uso os finais de semana para me divertir na cozinha com meus filhos e amigos. A leitura também faz parte da minha rotina e me traz muita paz. Então, sempre que possível, dedico um tempo para ler.”

A sócia-proprietária e presidente do Grupo Junqueira Rodas afirma ser uma pessoa de gostos bastante simples, inquieta e extremamente grata pela vida. “Vivo para aprender e ser melhor todo dia. A única certeza que me acompanha é que a gratidão por tudo que tenho e sou é o melhor sentimento para a paz interior.”

Além da cozinha, ela também é apaixonada por viagens e revela já ter planejado o seu próximo destino. “Pode parecer clichê, mas viajar enriquece a alma. Amo viajar e tenho um amor incondicional pelos EUA e Paris. Mas minha próxima aventura será desvendar as belezas e adversidades da Índia”, conta Sarita.

Após a perda do pai e os desafios de encarar um novo universo na vida profissional, Sarita conta que o maior aprendizado foi entender que este ciclo [de aprendizado] deve ser contínuo, diário e com a participação de pessoas. “Todo mundo pode agregar algum conhecimento novo, seja prático ou teórico. Tenho por hábito tentar sempre aprender com meus colaboradores. Já na vida pessoal, aprendi que não existe certo ou errado, bom ou ruim. Existem princípios que devem ser respeitados e que não devemos agir em desacordo com eles. Isso traz paz interior. Meu maior sonho é criar e cuidar para que meus filhos sejam felizes, comprometidos e independentes. Acredito que já estou realizando isso.” (Colaborou Alisson Henrique, com a supervisão de Natália Cherubin)